quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Mochila extraviada e mercado com muita confusão

Bagagem extra- viada é sempre dor de cabeça. Agora imagine ser extra- viada por alguém que sai do Brasil, via Estados Unidos, e chega na China e constata a péssima notícia: a bagagem não chegou! O inferno começa ao reclamar no guichê da empresa no aeroporto da China e não há ninguém que falasse um inglês decente para poder me explicar o que estava acontecendo. O recurso é a mímica! Depois de mil ginásticas ficaram de entregar a bagagem no dia seguinte.
    O que fazer então? Ir com- prar pelo me- nos as coisas mais íntimas. Para comprar cuecas, o jeito é abrir o cin- turão, baixar um pouco as calças e mostrando a cueca, fazer mímicas para o vendedor entender.
     Dia seguinte a bagagem não chega! Com- prar cuecas, comércio fe- chado, só uma loja aberta. Só vendedoras. 
  UFA!
      Não tinha como abrir o cinturão para uma mulher.
      Através das salvadoras mí- micas, o jeito é mostrar a cal- cinha dela e fazer sinal de que era pra homem. Daqui a pouco a vendedora volta com calcinhas, não e não. Ela acha que entendeu e volta com sutiãs! Não, nada disso. O jeito é folgar um pouco a calça e apontar para dentro. Ah, enfim foi possível comprar cuecas.
    No terceiro dia, já nas vésperas de embarcar para a Coréia do Norte, enfim aparece a bagagem extraviada!

No ano passado: um significativo exemplo da hospitalidade Cajazeirense

Cajazeiras, “a cidade que ensinou a Paraíba a ler”, também é conhecida por sua hospitalidade. E hoje destacamos o acolhimento afetuoso a uma mensagem carinhosa de Ivalôny Maciel Mangueira, filho do nosso inesquecível Professor Mangueira da Coronel José Peba, que em mensagem ao Grupo Cajazeiras – PB do site Facebook solicita informações de hotéis em Cajazeiras para o período do Carnaval.
Em resposta a empresária Maria Vilmar Rolim responde com a presteza que merecia o amável solitação do  Ivalôny. Aproveito para mandar minhas saudações a Leila, minha prima e rainha do Ivalôny.

Mas o que adianta?

O homem de R$ 8 bilhões

O PSDB  anunciou ontem que não vai a- poiar Renan Calheiros (PMDB-AL) para a presidência do Senado. 
   Fez bonito para a plateia. Mas seu líder, Álvaro Dias (PR), nos bastidores, negociou com Renan para que o partido mantenha a primeira secretaria da Casa. Seu ocupante, nos próximos dois anos, vai administrar orçamento de R$ 8 bilhões. O candidato dos tucanos é Flexa Ribeiro (PA).
Fonte: Coluna Panorama Político do Jornal O Globo

*AVE MARIA na voz de PAULA FERNANDES*



Colaboradora
Vânia Maria Andrade
João Pessoa - PB

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Inauguração do Posto Médico Francisco Valiomar Rolim


No dia 22 de Agosto de 2007, era inaugurado pelo então prefeito de Cajazeiras, Dr. Carlos Antonio de Oliveira  mais uma obra da sua profícua administração.
Neste dia a família Rolim foi e convidada e agradecida se fez presente. Não era para menos, a obra era um Posto de Saúde no Bairro do Sol Nascente batizado com o nome de Médico Francisco Valiomar Rolim, ano em que o nosso Valiomar partiu para a eternidade...

Imperatriz atrai fábrica que custa 3 vezes o seu PIB

É uma explosão! Uma cidade triplica de tamanho quase que instantaneamen- te! Este fenômeno ocorre em Imperatriz (MA) com a instalação da maior fábrica de celulose do mundo que vai gerar somente nas obras, 4.500 pessoas. Estão sendo plan- tado 175 mil hectares de eucaliptos para abastecer a fábrica de matéria-prima. Todos os números do em- preendimento são estratosféricos.
Colaborador: Caio Augusto Rolim

*Bom dia, Cavalcante Fotógrafo!*

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Cajazeiras é o sétimo IDH da Paraíba

O IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de Cajazeiras é, para nosso júbilo, o sétimo da Paraíba, ficando atrás apenas de João Pessoa, Cabedelo, Campina Grande, Várzea (na região de Patos), Bayeux e Boa Vista (na região de Campina Grande).
O IDH é, na verdade, uma estatística composta a partir de dados de expectativa de vida ao nascer, educação e PIB (PPC) per capita. A Renda per capita cajazeirense é motivo de orgulho, por ser uma das maiores da PB, a sexta posição, perdendo para Cabedelo (1º lugar), João Pessoa, Campina Grande, Santa Rita e Boa Vista (na região de Campina Grande).

Sucesso absoluto - Uma Noite de Gratidão ao Gonzagão

     O amigo Josias Farias Neto, Diretor de Políticas Públicas da AC3, nos escreve, deixando de água na boca, para falar do sucesso absoluto da festa “Uma Noite de Gratidão ao Gon- zagão”. Para quem a mais de mil quilômetros de Cajazeiras sofre por não estar presente neste momento tão emo- cionante da nossa cidade. Mas no carnaval estarei em Ca- jazeiras para descontar a dor de cotovelo dos privilegiados que puderam com- parecer a esta feérica noite no Cajazeiras Tênis Clube de tantas lembranças.

Bom dia, José Pedro da Silva!

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

*Sahoara, aquele do nosso pão, prega uma peça ao famoso Maílson da Nóbrega!*

O pão do Sahora é uma instituição tipica e genuinamente cajazeirense. Este cajazeirado foi um dos pioneiros na mídia panificadora: enquanto vendia o pão à tarde, se passava uma mulher nova, bonita, Sahora gritava: “O pão bom! O pão bom!” Mas se era uma velhota (que cruzava o seu caminho, ele dizia: “Tá se acabando”! Tá se acabando!“.
Mas Mestre Sahora foi responsável pelo trote que os funcionários do Banco do Brasil pregaram no seu colega recém-admitido, o hoje celebrado Maílson da Nóbrega, ex-ministro da fazenda do Brasil e um dos mais renomados consultores econômicos brasileiros.
Jacaré-doce? Para quem é cajazeirense da minha idade era uma iguaria que todas as crianças, dos quase sexagenários como eu, tinha como sonho de consumo!
Mas o tal jacaré-doce deixou literalmente esbaforido o renomado Maílson da Nóbrega e quem conta o episódio é o próprio em sua memórias “Além do Feijão com Arroz”, livro lançado em Cajazeiras por obra e graça da AC3 - Associação de Cajazeirenses e Cajazeirados do Ceará.

Lampião assustou Cristiano Cartaxo

Cristiano Cartaxo
Lampião povoava as mentes nordestinas, durante as primeiras décadas do século passado, como um fantasma aterrador. Todos os seus contemporâneos das mais variadas nativas. Papai contava que, quando criança, adorava quando vinham boatos que Lam- pião iria passar no Sítio Melão onde passou a sua infância. Ninguém ousava checar a procedência do boato, as mulheres, os velhos e a meninada toda eram levados para se esconderem nos grotões das serras próximas. “Como era bom! Nestes períodos ninguém trabalhava no cultivo das roças, o tempo todo era ocupado em passarinhar...” suspira ainda hoje papai.

Cajazeiras de então, apesar da promessa de Lampião ao Padre Cícero de jamais vir por aqui, não deixava os cajazeirenses tranquilos, além do mais, havia o temido Sabino Gomes (foto) um dos lugares tenentes do Bando de Lampião que morara em Cajazeiras e jurava vingança pelas “humilhações” que sofrera dos bacanas de Cajazeiras.
Hoje, vemos pela crônica semanal de Frassales, uma furtiva aparição de Lampião na cidade do Padre Rolim. E quem conta o episódio é o nosso poeta Cristiano Cartaxo.

Eu, pelo menos, só deixo o meu cariri no último pau de arara...!!!


       Cerca de vara, casa de pau a pique...

    Acho engraçado esses "sulistas" visitarem nossa região, tirarem onda, achando que nosso povo e nossa terra são ruins, lugar de gente pobre e terra imprestável... ai basta uma chuvinha, tudo fica verdinho, maravilhoso, com o gado gordo, a pastagem verdejante, o povo alegre e tudo volta ao normal. Pior, é no lugar deles, onde o povo pensa que pra ser feliz ter que ser rico e "ixsperto" como dizem em alguns lugares do sul e sudeste. 
    Eu, pelo menos, só deixo o meu cariri no último pau de arara...!!!

Jorge Genuíno do Nascimento
Milagres - CE

*Belo vídeo: É mais inteligente em grupos*



Lembranças de Cajazeiras!

Dona Doquinha, uma das grandes educadoras de nossa cidade !! Sua escola era na Rua: Venâncio Neiva, onde hoje é atualmente a Ceará Auto Peças.
Zacarias Neto Roberta 

Isso foi no primeiro dia de aula....deu um trabalho a D. Doquinha...quase quebra o filtro dela. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Ana Cristina Cristina Gonçalves

Eita estudei aí também
hiago Liberato De Oliveira Maciel

***Verdadeiramente verdadeiro***

domingo, 27 de janeiro de 2013

Brasil de luto: a tragédia de Santa Maria



Em entrevista ao UOL por telefone, o analista de sistemas Max Müller, morador de Santa Maria (RS), disse que chegou ao local da boate cerca de uma hora depois do incêndio. Müller mora a duas quadras da casa noturna e gravou imagens logo após o incêndio em que as pessoas ainda eram socorridas por ambulâncias. Segundo o morador, teve pancadaria na saída da boate.
O incêndio na boate deixou ao menos 232 mortos --sendo 120 homens e 112 mulheres-- e mais de 100 feridos em Santa Maria (a 286 km de Porto Alegre), na região central do Rio Grande do Sul, segundo o Corpo de Bombeiros

*Antônia Maria de Lima - NOVENTA E NOVE*

Vídeo Catolé do Rocha: Briga entre duas famílias já provocou a morte de 100 pessoas

A guerra entre as duas famílias acontece sertão da Paraíba. Elas se odeiam há mais de 30 anos, e pelo menos cem pessoas já foram mortas. Muitas vezes, os assassinos são pistoleiros de aluguel. Só agora, em 2011, foram pelo menos 15 assassinatos.
Exibido no programa Fantástico da Rede Globo

Onde está Perpetúo?

Esta foto retrata a primeira equipe em que Perpetúo jogou em Cajazeiras, o Vasco da Gama de Edson Feitosa

*A ROLADA FOI NELA ...*

Em uma Vara Criminal no interior do Estado da Bahia, o Juiz vê duas moças esperando sentadas na Sala de Audiên- cias do Fórum.
Ao ver o primeiro processo da pauta do dia, que é sobre um crime de estupro, ele pergunta para as duas :
- As senhoras foram ARROLADAS no processo?
No que rapida- mente uma fala :
- Doutor, eu sou apenas testemunha A ROLADA FOI NELA ...
Colaborador: Tarcisio Ataide – direto de João Pessoa – Paraíba

*ENTENDENDO O SOL DA MEIA-NOITE*

Colaborador:
Rafael Holanda Lins
João Pessoa - PB





O PSDB no divã

     Tucanos de alta plumagem têm conversado sobre as eleições de 2014. Avaliam que o cenário é preocupante. Para eles, não há dúvida que a única alternativa para o Planalto é o senador Aécio Neves (PSDB-MG). Mas causa a- preensão o fato dele não assumir a candidatura desde já, para encurtar o campo de ação de Marina Silva (sem partido) e Eduardo Campos (PSB). Temem pelo futuro do PSDB em São Paulo, pois avaliam que o governo Geraldo Alckmin ainda não convenceu. E consideram que o ex-governador José Serra é uma fonte permanente de constrangimento.

sábado, 26 de janeiro de 2013

*OFÍCIO QUE O PADRE ROLIM ESCREVEU AO PRESIDENTE DO CEARÁ EM 19 DE NOVEMBRO DE 1868*

O Cariri visto da Chapada do Araripe
Cresci ouvindo meu pai falar das maravilhas do Cariri Cearense. Um primo seu tinha emigrado para o Crato e se tornara um bem sucedido empresário rodo- viário. E como muitos che- gados que eram sempre ou íamos ao Crato ou ele vi- nha visitar a terra natal. Crato, que até um Tênis Clube tinha, me apaixonava. Mal eu sabia que o venerando fundador de nossa cidade tinha ligações extremas. Eu escutava que da Serra do Araripe descia água das 86 fontes para regar as terras carirenses, mas jamais tive a noção da ativa participação do nosso venerado Padre Rolim que, em ofício, chegou a sugerir ao Presidente do Ceará a cultura do trigo naquelas plagas.